13 de novembro, 2011

Keith Smith diz que Oumarou Kanazoe morreu aos 84 anos, depois de lutar contra a pobreza e se tornar o homem mais rico de Burquina Faso, com sua própria construtora. Um muçulmano engajado, ele também contribuiu generosamente para ajudar a construir igrejas e escolas.

Um Cornélio ou talvez um Ciro, Les Norman

 

Hudson Taylor, da China, disse que assim como nosso Pai faz florescer mais de uma flor no deserto solitário longe dos olhos do homem, façamos tudo que pudermos, mesmo que ninguém mais além de Deus o veja.

Social Share Toolbar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + quinze =